;

sábado, 30 de maio de 2009

Chumbinho




Era dia 1º de Outubro de 2008, na verdade só depois me dei conta desta data pois até então isso era insignificante para mim.
O meu único pensamento era que estava louca, o meu único objetivo era ser internada numa clinica psiquiatrica. Após algumas ligações, estando com a mente muito confusa e sem informar para ninguém as minhas reais intenções decidi ir ao CIAVE - CENTRO DE INFORMAÇÕES ANTIVENENO. Lugar onde tenho atendimento psiquiatrico e psicoterapico através do NEPS - NÚCLEO DE ESTUDO E PREVENÇÃO DO SUICÍDIO.
Bem, no CIAVE me encontrei com uma pessoa muito especial que me acompanhou até a consulta, até então minhas intenções ainda não estavam reveladas. Após me consultar com a minha psicoterapeuta e o psiquiatra consegui deles o que mais ansiava, uma autorização escrita para me internar na clinica Bom Viver.
Mal sabia o que me esperava. Mas, vencida a primeira etapa estava decidida a seguir em frente. Agora o mais difícil seria convencer todos que me rodeavam de que aquilo era o mais acertado para mim.
Foi uma grande turbulência, a pessoa que me acompanhava não entedia nem concordava com a minha decisão, minha família nem se fala. Mas efim estava eu no final da atrde, após muitas batalhas internas e externas na sala de espera do Bom Viver aguardando uma enfermeira que vinha me buscar para conduzir-me até um quarto.
Mas infelizmente ainda não seria dessa vez que me internaria, após muita conversa, muitas promessas e um termo de compromisso assinado voltei para casa.
Aquela foi a pior noite da minha vida, pelo menos isso era o que eu acreditava ao acordar no dia seguinte.
As coisas ainda continuavam muito confusas na minha cabeça. Via pessoas, ouvia voozes, não tinha a minima vontade de estar entre os vivos. Tomei então a pior decisão da minha vida. Morrer naquele instante. Mas como fazer, o que poderia me arrancar do mundo dos vivos com agilidade, sem deixar vestígios nem tempo para que ninguém me salvasse?
Então as vozes me auxiliaram naquele plano, que para mim era o mais acertado, resolvi então seguir.
Começei a procurar dinheiro por toda a casa, tal qual um viciado correndo atras do seu objeto saciador, ate encontrar R$ 5,00 em uma bolsa. Seria o valor ideal. Saí de casa dando uma desculpa convincente e começei a minha procura pelo produto que consumaria meu plano. Após quase uma hora de procura, já desanimada e pensando em outras alternativas, passei pela frente de uma casa de material de construção e uma força que não sei bem explicar me conduziu à aquele estabelimento, que me parecia ser tão improvável ter o que procurava, e o rapaz atras do balcão após uma série de perguntas me vende aquele frasco contendo a solução para os meus problemas. Aldicarbe (carbamato Aldicarb), popularmente conhecido como CHUMBINHO.
Corri desesperadamente para casa pois não podia pensar muito, corria o risco daquela energia que me fazia tomar uma decisão tão corajosa, era assim que pensava naquele momento, desaparecer.
Ingeri sem pensar em mais nada, além de morrer, todo aquele frasco. E novamente fiz algumas ligações pois acreditava que iria morrer e não queria que ninguém se sentisse culpado.
Quarenta minutos após a ingestão do veneno estava eu no Hospital da Cidade sendo entubada. Foram dias terriveis.
Acreditava estar morta, pois foram as ultimas palavras que ouvi antes de entrar em coma. Me sentia presa em algum lugar escuro e apertado, não via nem ouvia nada. Alguns dias após, que não sei precisar quantos, recuperei a cosnciência e me dei conta que estava viva e que tinha passado por um coma induzido.
Passei alguns dias na UTI depois fui transferida para a Semi Intensiva. Meu Deus, se o inferno for pior que aqueles dias, tenho pidade de quem pra lá vai.
Passei a ter convulssões, a ver coisas, a sentir-me atacada. Consigo sentir os golpes no meu corpo neste momento enquanto faço essa narrativa. As dores eram insuportaveis, e pior que elas era ter que ouvir dos medicos que não era real, que eram alucinações. Como poderiam ser alucinações se me causavam tanta dor. Junto com essas convulções parei de falar. Nossa é muito complicado você querer falar algo, ou melhor estar falando sem que sua voz seja emitida, sem que os outros consigam lhe entender.
Mas pude durante todo esse período contar com o amparo de várias pessoas especiais e acima de tudo com o amparo de Deus.
Sim, foram dias muito difíceis, vivi coisas que não quero passar nunca mais nem desejo a pior pessoa do mundo. Foram dias infernais, onde me dei conta que ter ingerido aquele veneno não foi solução para nada só piorou e muito o meu quadro.
Agradeço a DEUS por estar aqui hoje, caindo e levantando como todo ser humano, mas vivendo.
Agradeço a minha família que muito foi prejudicada e magoada com aquele ato impensado, mas que esteve a todo momento ao meu lado.
Agradeço ao meu namorado lindo, que foi um grande companheiro e amigo, sempre, e nesses dias foi além disso. Que abdicou de realizações na sua vida para me acompanhar incondicionalmente.
Agradeço ao apoio espiritual dos amigos encarnados e desencarnados.
Agradeço a equipe médica que me acompanhou com tanta presteza, carinho e dedicação.
Enfim, agradeço a todos que me acompanharam de perto ou de longe, por hoje estar aqui entre os vivos e não no mundo dos mortos.

6 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Olá meu Bem,

    SIM, VOCÊ É UMA HONROSA FILHA DE DEUS.

    Sei que nos nossos momentos de construções deveremos estar sempre contando com as Graças e a Misericórdia de Deus, pois Ele é a origem de todas as forças que nos Fortalegem Guerreira.

    Gosto muito de vê-la em construção pois é uma águia, nos seus mais rápidos vôos face aos seus objetivos. Pois quando quer vai até o alvo. Saúdo-lhe Queridinha pela pessoareferência no que diz respeito aos constantes enfrentamentos.

    E, ainda assim, olhar para o horizonte e determinar-se diante do fimamento - "TUDO POSSO NAQUELE QUE NOS FORTALECE!"

    ResponderExcluir
  3. Olá meu Bem,

    SIM, VOCÊ É UMA HONROSA FILHA DE DEUS.

    Sei que nos nossos momentos de construções deveremos estar sempre contando com as Graças e a Misericórdia de Deus, pois Ele é a origem de todas as forças que nos Fortalegem Guerreira.

    Gosto muito de vê-la em construção pois é uma águia, nos seus mais rápidos vôos face aos seus objetivos. Pois quando quer vai até o alvo. Saúdo-lhe Queridinha pela pessoareferência no que diz respeito aos constantes enfrentamentos.

    E, ainda assim, olhar para o horizonte e determinar-se diante do fimamento - "TUDO POSSO NAQUELE QUE NOS FORTALECE!"

    ResponderExcluir
  4. Acho importante falar sobre depressão, pois muitas pessoas acham que é frescura! Ouvi muita gente falando: dá um tanque de roupa suja pra lavar que logo sara!!!Como se fosse por vontade própria que eu ficasse mal!
    Já pensei que estava louca, já pensei em suicídio! O que me ajudou foi homeopatia, psicanálise e o trabalho de evangelizadora!Beijos

    ResponderExcluir
  5. Você é uma guerreira, amiga!!! Só quem passa por isso sabe o que sente,que bom que venceu e está vencendo a cada dia!!!
    Apesar da distancia, penso sempre em vc e rezo para que supere...
    beijos, te amo!!!
    Ramona

    ResponderExcluir
  6. Amiga, sua garra e força de vontade supera tudo!!! Você não está e nunca esteve só... guerreira e de uma luz invejavél.Continue conquistando e superando os desafios... beijos. Te amo!!!

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails